AGOSTO  
  Pesquisa
 
 
 
 
 
 
 
Subscrever o Programa Quadrimestral
Subscrever
Programa Quadrimestral

Subscrever Newsletter
Email
 

Amigos
 

Sul Informação
 

Rua FM
 
 

Apresentação | Visite-nos


Apresentação

Um Palco para o Algarve

Faro, capital do Algarve, região turística por excelência, engloba, enquanto concelho, uma população de quase 60.000 habitantes. É uma cidade cosmopolita, jovem e dinâmica, À qual a Universidade do Algarve, com os seus cerca de 10.000 estudantes veio conferir uma dinâmica cultural e intelectual rejuvenescida.

Pela sua capitalidade em relação ao Algarve, pela sua situação geográfica, mas também por acolher o Aeroporto Internacional de Faro, a cidade de Faro constitui-se como ponto de passagem quase obrigatório para os cerca de 10 milhões de visitantes que o Algarve recebe anualmente.

Nesta conjuntura, a construção de um equipamento cultural com as características e dimensão do Teatro das Figuras veio preencher uma enorme lacuna do Algarve, constituindo um marco decisivo na consolidação da vida cultural da Região.

O novo teatro assume um âmbito que ultrapassa largamente o horizonte concelhio, desde logo pela dimensão da sua sala (786 lugares), qualidade e versatilidade dos equipamentos, mas também pelas características multidisciplinares da sua programação, pelo acolhimento de criadores contemporâneos locais e regionais, a par da sua apetência em participar em redes, parcerias e co-produções, nacionais e internacionais.

OBJECTIVOS

Podemos definir como linhas de orientação da empresa pública que gere o Teatro das Figuras e o Teatro Lethes os seguintes objectivos gerais:

- Assegurar uma programação regular de qualidade;
- Desenvolver e consolidar hábitos culturais na população do concelho e da Região;
- Definir e implementar estratégias de formação de novos públicos;
- Desenvolver parcerias de trabalho com Agentes Culturais, Associações e Organismos sedeados na Região;
- Contribuir activamente para a construção de uma Rede Nacional de Teatros, bem como participar nas redes internacionais de circulação de espectáculos.

FILOSOFIA DE PROGRAMAÇÃO

Numa região que ainda não tem hábitos culturais solidamente formados terá de se apostar numa filosofia de programação que assente, pelo menos nos primeiros anos de funcionamento do Teatro das Figuras, numa abordagem pedagógica e formativa de consumo das artes do palco.

No entanto, esta abordagem deverá sempre conciliar-se com a aposta numa programação de qualidade, regular e diversificada, que garanta a fidelização e formação de públicos e o desenvolvimento de hábitos culturais através do contacto do público com novas formas de expressão artística. Ganha aqui uma importância primordial a adequação das valências artísticas do espaço às realidades locais e às especificidades dos públicos que se pretendem conquistar.

A empresa Teatro Municipal de Faro, E.M. aposta numa linha de programação abrangente em termos de áreas artísticas a acolher, adequando as diversas manifestações artísticas que apresenta, que podem ir da sua forma mais clássica até às mais recentes tendências artísticas, no domínio da dança contemporânea ou do teatro experimental, aos seus dois espaços, Teatro Lethes e Teatro das Figuras, consoante as características das mesmas melhor se adaptam a um ou a outro.